⠀⠀⠀⠀⠀

⠀⠀⠀⠀⠀

HAIM em seu primeiro show no 9:30 Club

HAIM sacudiu o 9:30 Club na quarta-feira (7 de maio) com uma rajada, embebida pelo som da guitarra, de jogadas de cabelo, socos no ar e gritos.
A banda, composta pela vocalista principal e guitarrista solo Danielle Haim, a baixista Este Haim e a guitarrista rítmica e percursionista Alana Haim, fez a primeira de duas apresentações lotadas na famosa casa do Distrito.
Depois de alguma impaciência, o público acabou colaborando com a apresentação das três irmãs. O som das HAIM, descrito com frequência como uma mistura de Fleetwood Mac e R&B, não é o ideal para dançar loucamente, mas as irmãs tinham uma alta expectativa quanto à plateia.
“Quero ver alguns traseiros balançando”, disse Este ao martelar seu baixo com uma ferocidade que fez os alto-falantes vibrarem durante “My Song 5”.
As três irmãs fizeram questão de conversar com o público, até pediram para que a iluminação da casa fosse ligada para que vissem melhor as pessoas.
Com apenas um álbum para preencher o set, os fãs tiveram a garantia de ouvir suas músicas favoritas. Além disso, a banda adicionou à mistura um contundente cover de “Oh Well”, do Fleetwood Mac.
As HAIM combinaram perfeitamente com o clima do 9:30 Club. O trio não estava interessado em uma grande produção. Com as irmãs brincando uma com a outra, o show parecia menos uma performance e mais uma experiência de vínculo familiar.
O grupo demonstrou uma pitada de rivalidade fraternal quando cada uma comparou sua seção da plateia com a das outras irmãs, defendendo que a sua era a mais entusiasmada. Elas escolheram seus favoritos entre a multidão e disputaram o carinho sincero do público.
“Se você não estiver dançando, não vou olhar para você”, declarou Alana, convencendo as pessoas fora do seu campo de visão a pular e gritar.
Elas demonstraram domínio dos seus instrumentos, com cada uma tocando um instrumento de corda e alguma percussão, aumentando a versatilidade do grupo. Embora Danielle tenha feito a maior parte dos vocais do álbum, tanto Este quanto Alana tiveram a oportunidade de cantar ao menos uma música inteira.
A noite tomou um caminho diferente das vibrantes canções de rock quando o grupo tocou a mais séria “Running if You Call My Name”, e Alana pediu ao público para ajudá-la.

Mas, após o intervalo emocional, a energia estava de volta, incluindo um bis do single de sucesso “The Wire” e uma colaboração percursiva no final de “Let Me Go”. As irmãs balançaram os cabelos, bateram os tambores e tocaram as músicas em uma explosão final de energia.

Tradução feita por: Sayuri Arakawa
HAIM em seu primeiro show no 9:30 Club HAIM em seu primeiro show no 9:30 Club Reviewed by Julia Novaes on 19:22 Rating: 5

Sora Templates

DESIGN BY LUDMYLA