⠀⠀⠀⠀⠀

⠀⠀⠀⠀⠀

As irmãs Haim, indicadas ao Grammy, falam sobre a banda da família e a turnê de Taylor Swift

Uma das categorias mais aguardadas do Grammy deste domingo será a de melhor artista revelação. Dentre os vencedores das edições passadas estão Mariah Carey, Maroon 5 e Adele. Este ano, os competidores incluem as três irmãs que formam o Haim, um grupo que mantém tudo em família, conta Ben Tracy da CBS News.

Três mulheres, três vozes, um som característico. Haim é o sobrenome delas, e também a palavra em hebraico para “vida”. A vida para as três irmãs, Alana, Danielle e Este, não poderia ser mais doce do que agora.

“Estou sem palavras. Foram dois anos malucos”, disse Alana. “E sermos indicadas para o Grammy é como se fosse a coisa mais louca, mais insana”, contou Este. “E é óbvio que nós meio que surtamos um pouco.”
As irmãs Haim cresceram em San Fernando Valley, em Los Angeles. Elas devem seu amor à música aos pais – músicos amadores que recrutaram suas filhas para a banda da família.
“Nós nos chamávamos Rockinhaim. Sem o ‘g’, apenas Rockinhaim. Uma palavra só”, explicou Alana. “Basicamente, tocávamos covers de músicas que ouvíamos no rádio. E a única rádio que ouvíamos era a K-Earth 101, a estação de músicas antigas de Los Angeles. Quando chegava a noite de sábado de disco music, era tipo a hora da farra!”.
Um dia, elas ficaram boas o bastante para tocar em um dos restaurantes judeus mais famosos de Los Angeles. Seu pai marcou um show na Kibitz Room. E a família foi muito bem paga, em sopa de “matzo ball”.
As irmãs contaram que o Rockinhaim não era parte de um plano para lançar suas carreiras.
“Acho que foi um tipo de manobra para os nossos pais passarem mais tempo com a gente, e nós achávamos muito divertido”, disse Danielle. 

Mas, em 2007, as irmãs abandonaram os pais, abreviaram o nome da banda para Haim e começaram a trabalhar no seu primeiro álbum. Days are Gone, de 2013, levou 5 anos para ser escrito, o que pode explicar por que o título do primeiro single é “Forever”.
 
Elas filmaram o vídeo na sala de estar dos pais; afinal, foi onde escreveram a maioria das músicas. Elas descrevem seu som simplesmente como “divertido”, e o verniz pop do álbum dá espaço a uma performance ao vivo bem mais enérgica.

Este, a baixista, diz que mergulha na música, algo que você pode ver no rosto dela. Os fãs chamam isso de “bass face”. E esteve em plena exibição quando a banda se apresentou no “Late Show with David Letterman”.

“Isso só acontece mesmo quando estou tocando baixo, tipo, quando estou no palco. É o primeiro momento do dia em que posso me soltar, sem me importar com a minha aparência, ou com o meu cabelo”, explicou Este.

Fora dos palcos, as irmãs Haim fizeram algumas novas amizades. No Instagram, parece que as Haim adoram dar uma volta com as colegas Taylor Swift e Lorde. Swift acabou de adicionar Haim à sua turnê mundial.

“Existe algo muito bom em ser um grupo de mulheres realmente apaixonadas pelo que fazem, gostam de se divertir e não se levam tão a sério”, disse Este.

Mas há duas coisas que as Haim levam muito a sério: sua música e seu vínculo de irmãs.

Ninguém nunca havia perguntado antes, mas Este confessou não saber se o grupo funcionaria tão bem se as três não fossem irmãs.

“Acho que temos uma telepatia estranha entre irmãs, nós meio que conseguimos ler os pensamentos umas das outras e saber o que a outra vai fazer antes que ela o faça”, explicou Este.

“Estar no palco com elas é o sentimento mais confortável que já tive em toda a minha vida”, disse Alana. “É tão legal poder percorrer o mundo em turnê com as minhas irmãs. É a melhor coisa do mundo. Eu não trocaria isso por nada.”
Tradução feita por: Sayuri Arakawa  
As irmãs Haim, indicadas ao Grammy, falam sobre a banda da família e a turnê de Taylor Swift As irmãs Haim, indicadas ao Grammy, falam sobre a banda da família e a turnê de Taylor Swift Reviewed by Julia Novaes on 17:03 Rating: 5

Sora Templates

DESIGN BY LUDMYLA